Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alfacinha

alfacinha

14.03.18

Ser mãe #7 - A palpitação aconchegante

mariana
Ser mãe é sentir aconchego em os ter por perto, saber que neles mora o incerto mais que certo, amor que sibila como o vento. É o aconchego sentido em cada pingo de chuva que cai lá fora, no primeiro gole de um café com leite quente ou no frio que se faz calor depois de um mergulho no mar.    É encontrar em cada vaga de emoções um sem número de explicações para o significado do verbo amar.Ser mãe é para lá de gerar vida, é sobretudo gerir vidas. Vai-se esculpindo no dia a (...)
20.10.17

Instantaneamente #8 - Sonhar nas horas frágeis

mariana
  É difícil gerir tudo. Ser mãe, mulher, filha e outras quantas nomenclaturas às quais nos damos de corpo e alma. Os sonhos esses, que saem do pelo e do trabalho, caem por vezes no esquecimento. Por cansaço, por ser difícil ou porque parece distante de mais para justificar que vai tudo dar certo no fim. Que o fim não vai ser o fim, mas sim o começo. Às vezes parece que o trabalho não compensa e as dores de costas convidam-nos a baixar os braços. Afinal, ser forte também nos (...)
30.06.17

Instantaneamente #5 - Simone Veil

mariana
  Vivemos num mundo e numa Europa aonde ainda há tanto por mudar, tanto por fazer e outro quanto por recuperar. É bom relembrar as que lutaram, com o esforço e dedicação de quem quase tudo perdeu, e ter em mente que as batalhas não são mesmas. Não são as mesmas, mas devem ser travadas com o mesmo espírito e vontade. Seja enquanto se mudam fraldas ou se gere uma multinacional. Há que lutar pela igualdade de género e há que honrar os direitos que foram conquistados. Tendo (...)