Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alfacinha

alfacinha

24.05.17

Ser mãe #7 - Um filho é uma concha

mariana
Não foste planeado. Foste a surpresa inequívoca pela qual se espera a vida toda. És como uma concha que se encontra à beira-mar, daquelas com um buraquinho por aonde se passa um fio para fazer colares, banais mas tão especiais.  Afinal ser mãe ou pai é a banalidade mais especial de sempre. Quase toda a gente tem filhos, mas cada um os vive dentro da raridade que eles nos fazem sentir.  Cada filho é uma concha, daquelas corriqueiras, mas com o seu próprio e extraordinário (...)
13.04.17

Palavras soltas #1 - Crescer

mariana
Sempre gostei de poesia. O gosto pode ter surgido na altura em que tinha que decorar poemas todas as semanas e recita-los diante dos meus colegas. No entanto, acho mais provável que tenha vindo do meu avô que escrevinhava poesia em pedaços de papel nas tardes quentes de verão. Gosto de a ler, de a sentir e de a escrever. Para mim, a poesia dispensa qualquer tipo de análise ou interpretação. Era o que mais me irritava na disciplina de português: analisar poesia. Como se as palavras (...)
10.02.17

É sexta-feira, trabalhei a semana inteira!

mariana
Hoje seria dia de publicar um DIY, mas a falta de tempo levou-me a reescalonar os posts do blog. Gosto de manter uma certa coerência naquilo que aqui apresento e gostaria de colocar dois DIY por semana. Mas, a vida não é perfeita e às vezes temos de reorganizar as coisas porque o mais importante é mesmo sorrir e aproveitar todos os momentos com alegria. Hoje não há DIY, mas amanhã se tudo correr bem vai cá estar à vossa disposição. Talvez haja outro no domingo, como se de um (...)
09.02.17

Ser mãe #6 - 5 mudanças e a minha metanoia

mariana
    A chegada de um bebé implica um sem número de mudanças na vida de qualquer pessoa. Algumas dessas mudanças são mais óbvias, outras só acontecem a alguns, outras são tão nossas como o bebé que as trouxe. Durante estes nove meses foram várias as coisas que mudaram na minha vida, algumas serão por um tempo mais ou menos limitado pela idade do Manel e outras ficarão para sempre como parte integrante dela.  Há mudanças que chegam pela necessidade do agora e que, com o (...)
07.12.16

7 meses, dentes e uma ode ao sono

mariana
  Sete meses de bebé Manel, de muitas aventuras, de muito sono e de mais noites sem dormir do que me possa lembrar de alguma vez ter tido.   Nunca na minha vida sonhei que ia ter tantas saudades de dormir uma noite inteira sem interrupções. Às vezes dou por mim a imaginar um banho quente e perfumado, uma cama fofíssima, com múltiplas almofadas, e eu, feliz e contente, a saltar em cima dela como se tivesse dez anos.   No entanto, não me posso queixar porque o Manel não é dos (...)