Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

alfacinha

alfacinha

24.04.17

Palavras soltas #2 - Desalinhados

mariana
Desalinhados   Gosto de ti, Desalinhado e sem jeito; Com verdade, Imperfeito.   Gosto de ti, Sem truques, Ou magia; Com transparência, És poesia.   Poesia por defeito, Do amor que levo ao peito, Sem ser contrafeito, Do que se dá por inteiro.   Do que se toma o gosto; Por gosto, Sem freio: És o meu contra-meio.   Gosto de ti, Sem paz ou temor; Com esperança, Desenhada com ternura, Desalinhada por Amor.        Como de costume podem sempre seguir as nossas aventuras no instagram (...)
13.04.17

Palavras soltas #1 - Crescer

mariana
Sempre gostei de poesia. O gosto pode ter surgido na altura em que tinha que decorar poemas todas as semanas e recita-los diante dos meus colegas. No entanto, acho mais provável que tenha vindo do meu avô que escrevinhava poesia em pedaços de papel nas tardes quentes de verão. Gosto de a ler, de a sentir e de a escrever. Para mim, a poesia dispensa qualquer tipo de análise ou interpretação. Era o que mais me irritava na disciplina de português: analisar poesia. Como se as palavras (...)
09.01.17

Ser mãe #6 - É o milagre da vida

mariana
Há oito meses que nasceu o Manel, há oito meses que sou mãe. Foram oito meses que passaram a voar: com momentos à velocidade da luz, outros a passo de caracol e outros a velocidade cruzeiro. A maior parte dos dias é vivida num corrupio, mas com uma intensidade brutal.   Há momentos e dias complicados, há dias em que parece que o pouco que fizemos a nada se resumiu. Existem hesitações, preocupações, sono, paciência gasta e perdida, medos e receios. Com o nascer de um bebé (...)