Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

alfacinha

alfacinha

Instantaneamente #2 - O meu circo

[Bom dia]

 

Sem um pingo de maldade,nem um nem outro. Dão trabalho,são exigentes e pouco pacientes. O Manel tão depressa o idolatra como lhe está a puxar o rabo. O brutus tanto lhe lambe os pés como o ignora como se ele fosse um indigente. São a minha companhia constante,todos os dias. São meus, para sempre. Ter um cão e um bebé exige tanto de amor como de cuidado. Mas é o amor que faz o circo girar, todos dias, constante com a inconstância do ser.

 

{É o meu circo, com brinquedos no chão, de um e de um outro, lambidelas e ladrares inoportunos, chamadas de atenção e puxões de orelhas. O circo, que me testa a paciência e faz sucumbir em mim a vontade de ir para um retiro espiritual, é o circulo que me torna íntima do amor. As artes circenses nunca foram o meu forte, mas a acrobacia da vida coloca tudo em perspectiva. E este é o circo que faz o meu coração bater. A uma cadência sem batuta, sem notas, sem mestre. Apenas, com os  olhos posto no que é me sentir única e exclusivamente feliz. }

 

IMG_4674[1].JPG

XCPQ4374[1].jpg

WXZO0564[1].jpg

 

Como de costume podem sempre seguir as nossas aventuras no instagram e no facebook. 

 

2 comentários

Comentar post