Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

alfacinha

alfacinha

Doces #7 - Crêpes com xarope de mel e tangerina

É com frequência que vejo as minha memórias de infância associadas à culinária. Não será de estranhar pois a minha mãe sempre cozinhou connosco, a minha avó era a mestre suprema da culinária e a minha tia Luzinha fazia dela a actividade lúdica preferida de qualquer criança.

A minha tia Luzinha é minha tia-avó materna, mais avó do que tia e é detentora do sentido de humor mais aguçado e sarcástico que conheço. Durante a nosso infância, minha e do meu irmão, aturou-nos com a mestria e o amor que apenas os avós conseguem deter. Os tempos passados com ela eram sinónimo de diversão e alegria. A minha tia fazia bolos para o meu irmão se entreter a fura-los com os dedos, fazia das tarefas domésticas actividades animadas e levava-me para a cozinha e ensinava-me a cozinhar.

A iguaria era quase sempre a mesma: crêpes. Ficaram gravados na minha memória como os melhores de todo o sempre e são capazes de destronar qualquer panqueca. São delicados, leves e as suas bordas estaladiças fazem as minhas papilas gustativas dar saltinhos de alegria. Porque apesar de adorar receitas saudáveis, como estas panquecas de aveia, parece-me pouco provável que estejam mergulhadas em memórias de outros tempos. E se há algo fantástico na cozinha é a sua capacidade de nos transportar para outros tempos e lugares.

Para mim estes crêpes sabem-me à cozinha de Santarém e às tardes de Invernos em que a minha avó cozinhava o jantar e eu e a minha tia preparávamos os seus famosos crêpes. Quando penso neles consigo ter a imagem e o cheiro daqueles dias, desde os frascos de melamina verde água com letras brancas a indicar o que lá dentro continham até ao cheiro da terra que se trazia da rua. Esta receita ficou sobretudo ligada à minha tia mais avó de sempre que me dá entre o humor,a alegria e ternura a melhor receita de crêpes de conheço.

Porque a cozinha deve também contar histórias e expressar emoções e é isso que esta receita de crêpes celebra.Por isso, levem as vossas crianças para a cozinha e experimentem a diversão e a ternura que é cozinhar com elas.

 

DSC00589.JPG

Crêpes com xarope de mel e tangerina

 

Notas: Normalmente fazíamos os crêpes para comer como sobremesa de um jantar leve e eram colocados simples na mesa, o recheio era à vontade do freguês. Contudo, achei interessante servi-los com um xarope de mel e tangerina. Julgo que fica maravilhoso se acompanharem com uma bola de gelado de baunilha. Também podem utilizar esta receita de crêpes para uma versão salgada. Fica uma delícia com um recheio de peixe, marisco, carne ou vegetais.

 

Ingredientes:

Para 14 crêpes

 

- 125 gramas de farinha

- 50 gramas de manteiga 

- 2,5 dl de leite

- Uma pitada de sal

- Manteiga ou margarina para untar a frigideira

 

Xarope de mel e tangerina:

 

- 2 colheres de sopa de mel

-sumo de meia tangerina

 

Modo de preparo:

 

1 - Peneire a farinha para uma taça e faça uma cova, nela deite o sal, os ovos batidos e 1 dl de leite. Mexa com uma vara de arames até obter uma massa homogénea e livre de grumos, adicione o resto do leite. Deixe descansar por 20/30 minutos.

 

2 - Quando a massa tiver descansado adicione a manteiga derretida arrefecida e mexa bem.

 

3 - Cozinhe os crêpes num frigideira própria ou anti-aderente, untada com um pouco de manteiga. Sugiro que não utilize uma frigideira muito grande, pois quanto maior for a frigideira maior será a superfície a cobrir com a massa. A frigideira deve estar bem quente para que a massa não pegue. Utilize uma concha de sopa para verter a massa na frigideira e rode de imediato no sentido contrário ao ponteiro dos relógios cobrindo toda a superfície. A confeção dos crêpes é bastante rápida, por isso esteja com atenção e vire o crêpe logo que esteja douradinho. Deixe cozinhar do outro lado e retire do lume. Repita o processo até acabar a massa.

 

4 - Para o xarope de mel e tangerina, junte duas colheres de sopa de mel com o sumo de metade de uma tangerina e misture bem com uma vara de arames. 

 

5 - Para servir os crêpes pincele-os com um pouco de xarope e dobre em quatro. Disponha-os num prato e regue-os com o resto do xarope e raspa de tangerina. Se desejar pode acompanhar com gelado de baunilha.

 

DSC00582.JPG

 

 Como de costume podem sempre seguir as nossas aventuras no instagram e no facebook.

2 comentários

Comentar post