Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alfacinha

alfacinha

Doces #7 - Bolo de pernas para o ar

“O Natal já passou, o Natal já passou, o Natal já passou!” Repito a frase várias vezes na minha cabeça enquanto me delicio com os despojos alimentares que sobraram destes dois dias vividos à velocidade da luz. A verdade é que andamos em preparativos durante vários dias para depois o Natal passar a correr. Mas, o que interessa é tê-lo passado em conjunto com aqueles que são para nós importantes em paz e com alegria.

 

Por estas bandas, o Manel viveu a agitação do primeiro Natal, sendo que as movimentações das festas não permitiram que encontrasse o sossego necessário para dormir tranquilo. A excitação ainda não foi muita, acho que só terá mais noção para o ano ou até mesmo no ano a seguir. No entanto, nós vivemos o primeiro Natal dele com a excitação e alegria de termos um menino jesus só nosso.

 

Ainda em época de festas, ainda há o ano novo e o dia de reis, os bolos e restantes iguarias ainda se passeiam pelas nossas mesas. Apesar de não irmos fazer a mesma quantidade de pratos e doces para a noite de passagem de ano, gostamos sempre de ter uma refeição mais especial o jantar de passagem de ano e no almoço de dia de ano novo. Por isso, lembrei-me de partilhar com vocês a receita de um bolo maravilhoso que se costuma fazer cá em casa em dias de festa, seja no Natal, passagem de ano ou até mesmo em aniversários.

 

Este bolo é uma receita de família e é um bolo chiffon ou Angel Cake, contudo, por motivos que irão perceber cá por casa tem o nome de “bolo de pernas para o ar”. É uma delícia, muito leve e fofo, chega a parecer que estamos a comer uma nuvem. Podem cobri-lo só com chantilly e fruta ou adicionar os ovos moles, fica delicioso de ambas formas.

 

Experimentem esta maravilha e digam-me se não é sublime!

DSC00685.JPG

DSC00678 (1).JPG

Bolo de pernas para o ar

 

Ingredientes:

-10 ovos

-220 gr de açúcar

-110 gr de farinha

-1 colher de chá de cremor tártaro

-1 colher de sobremesa rasa de fermento

- 200 ml de natas frescas

-4 colheres de sopa rasas de açúcar

- 10 colheres de sopa rasas de açúcar + 10 colheres de sopa de água

 

Modo de preparo:

 

1 – Separe as gemas das claras. Reserve as gemas para os ovos moles e batas as claras em castelo até estarem bem firmes. Envolvem-se nas claras o açúcar, a farinha, o cremor tártaro e o fermento. Leva-se este preparado ao forno aquecido a 180º, numa forma sem ser untada. Deixa-se o bolo de um dia para o outro com a forma invertida sobre um prato e no dia a seguir retira-se com a ajuda de uma faca. Caso lhe seja mais conveniente, pode fazer o bolo de manhã e desenforma-lo ao final do dia.

 

2 – Bata as natas em chantilly com as 4 colheres de açúcar e reserve.

 

3 - Para os ovos moles, leve ao lume as 10 colheres de sopa de açúcar com as 10 colheres de sopa de água até formar uma calda. Quando o açúcar estiver bem dissolvido, “tempere” as gemas ligeiramente batidas com um pouco de calda para não correr o risco de “talhar” os ovos. Adicione o resto da calda de açúcar às gemas e leve de novo ao lume para cozinhar as gemas e espessar um pouco o creme.

 

4 – Cubra o bolo com chantilly e depois com colheradas generosas de ovos moles. Enfeite com framboesas ou outras frutas frescas.

 

DSC00672.JPG

 

Como de costume podem sempre seguir as nossas aventuras no instagram e no facebook.