Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

alfacinha

alfacinha

Como forrar um abat-jour? D.I.Y

Reinventar, reciclar, reaproveitar... São três verbos que me são chegados ao coração. Gosto de fazer em casa, de pegar no antigo e dar-lhe nova alma. Mas, também gosto de comprar peças básicas e dar-lhe um toque pessoal.

 

Em breve o Manel vai mudar para o quarto dele e grande parte da mobília vai ser reaproveitada para o propósito. Faltam-me apenas os detalhes de decoração e talvez um armário pequeno ou uma cómoda. No outro dia, numa visita à Casa encontrei um candeeiro básico (abat-jour e pé em separado) em saldo e como ainda não tinha nenhum trouxe-o para casa. Já o trouxe a pensar num D.I.Y e nas mil e uma possibilidade para o reinventar. Contudo, ainda não tinha decido a palete de cores para o quarto. Sabia que a base seria branca salpicada com as cores berrantes dos brinquedos do Manel, mas estava indecisa quanto às cores dos objectos pequenos e dos têxteis. 

 

Não queria ir para os tons pasteis (azuis bebés e companhia) nem para os mais berrantes, queria algo neutro e com charme. Andei indecisa entre umas quantas amostras para forrar o abat-jour que vai dar mote ao resto da decoração até que me decidi por este estampado de triângulos - fundo branco com triângulos cinzas, mostarda, azul água e salmão. Pareceu-me perfeito porque não sendo berrante é alegre e moderno permitindo fazer a ligação com outras peças mais ou menos neutras. O resultado foi ainda melhor do que eu imaginava e julgo que vai ficar o máximo com algumas peças em tons de cinza e outras quantas em mostarda.

 

O processo é super simples e a entretela de dupla-face facilita imenso e permite um acabamentoexcepcional! Fiquei de tal forma viciada que já fiz outro para oferecer. As possibilidades são imensas e difícil é escolher o tecido e não fazer vários em série. Podem aproveitar abat-jours que já tenham ou comprar peças mais básicas e dar-lhes nova vida. Seja como for o importante é que se divirtam e que fiquem com peças únicas e exclusivas. Espero que gostem deste projecto fácil e simples de fazer, mas não por isso menos maravilhoso. 

 

DSC01086.JPG

DSC01075.JPG

DSC01123.JPG

Como forrar um abat-jour? D.I.Y 

 

Materiais/Aviamentos: 

-Abat-jour  

-Retalho de tecido em algodão 

-Entretela de dupla-face (eu usei da marca Teclabel) ou cola para madeiras 

-Tesoura 

-Lápis  

-Cartolina A3 

-Régua 

-Marcador para tecido ou giz de alfaiate 

 

Como fazer: 

 

1 – Comece por retirar os moldes do Abat-Jour. Para tal, realize uma marcação no abat-jour – pode colar uma fita adesiva de cor ou fazer uma marcação com lápis / marcador de tecido. Coloque o molde sobre a cartolina e com um lápis desenhe os contornos do abat-jour. Deve começar por desenhar a partir da marcação e rodar o abat-jour sobre a cartolina até chegar à marcação. Pode riscar em primeiro o contorno do topo e depois repetir o processo para a base. Para as laterais basta unir as duas linhas curvas com uma linha recta. Teste este molde em cartolina no abat-jour antes de cortar o tecido e caso seja necessário realize os ajustamentos necessários.

 

DSC01133.JPG

DSC01135.JPG

DSC01137.JPG

DSC01138.JPG

DSC01140.JPG

DSC01142.JPG

DSC01144.JPG

DSC01156 (1).JPG

 

2 -  Transfira o molde em cartolina para o tecido e para a entretela de dupla-face, não se esqueça de juntar 1,5 cm no topo e na base do abat-jour assim como 1 cm numa das laterais.  Corte o molde do abat-jour, tanto no tecido como na entretela de dupla face.

 

DSC01162.JPG

DSC01167.JPG

 

3 – Realize uma dobra de 1 cm numa das laterais do tecido – a dobra deve ficar no verso do tecido e ser colada pela entretela, de forma a ficar com um acabamento final perfeito. Com o ferro de engomar cole a entretela de dupla face ao tecido – una o lado rugoso ao verso do tecido e pressione com o ferro de engomar (sem vapor) sobre toda a superfície.  

DSC01169.JPG

DSC01170.JPG

 

4 – Quando a entretela estiver bem colada ao tecido descole a película de papel e vá colando o tecido ao abat-jour, começando pela lateral sem dobra. Não se esqueça das margens do topo e da base que irá depois voltar para dentro. Quando voltar ao principio "tape" a primeira lateral (sem dobra) com a lateral na qual tinha realizado a dobra. Se for necessário ajude-se com uma régua para que o tecido fique bem lisinho e sem vincos.

 

DSC01172.JPG

DSC01174.JPG

DSC01177.JPG

DSC01178.JPG

 

5 – Quando tiver forrado o contorno total do abat-jour , volte para o interior as margens do topo e da base. No topo do abat-jour, realize três cortes pequeninos nos locais das ferragens interiores de forma a ser mais fácil virar o tecido para o interior. 

DSC01183.JPG

DSC01184.JPG

DSC01180 (1).JPG

DSC01182.JPG

DSC01188.JPG

DSC01115.JPG

 

 Como de costume podem sempre seguir as nossas aventuras no instagram e no facebook.

7 comentários

Comentar post